Na última sexta-feira (3), o estado de São Paulo enfrentou violentos vendavais que resultaram em sérios danos e perdas humanas. Dezenas de cidades foram afetadas, com destelhamentos, desabamentos e quedas de árvores se tornando cenários comuns.
Segundo informações do MetSul Meteorologia, as rajadas de vento atingiram velocidades superiores a 100 km/h. O Aeroporto de Congonhas registrou uma rajada de 104 km/h. O órgão explicou que os vendavais foram consequência do rápido deslocamento de uma linha de instabilidade em São Paulo, associada ao ambiente de estabilidade de um ciclone extratropical em formação na costa do Rio Grande do Sul.
Infelizmente, os estragos causados pelos vendavais resultaram em perdas humanas. De acordo com a Defesa Civil, pelo menos seis pessoas perderam a vida em decorrência dos incidentes. Em Osasco, na Grande São Paulo, duas árvores caíram sobre um muro na Avenida Luiz Rink, atingindo um veículo e resultando na morte de uma pessoa que estava dentro do automóvel.
A situação é de extrema preocupação, e as autoridades locais estão empenhadas em prestar assistência às vítimas e avaliar os danos causados pelos vendavais. Equipes de resgate e serviços de emergência estão trabalhando incansavelmente para garantir a segurança da população e realizar os reparos necessários.
É importante que a população permaneça atenta e siga as orientações das autoridades durante esse período de instabilidade climática. Precauções devem ser tomadas para evitar acidentes e garantir a segurança de todos.

Se é Notícia, #tanojornaldopovo