O Delegado Emanuel Fernandes Monteiro de Almeida, responsável pela investigação do caso em que uma mãe ameaçou jogar o próprio filho de quatro anos pela janela de um carro em movimento no bairro Pacaembu, em Cascavel/PR, na noite de domingo, anunciou que a mulher será indiciada por tentativa de homicídio e submissão de criança e adolescente a vexame e constrangimento, conforme o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).
De acordo com o delegado, a situação foi trazida à atenção da polícia pela Guarda Municipal. Segundo relatos de crianças e de uma senhora, a mãe se envolveu em uma discussão acalorada com seu marido dentro do veículo. No banco da frente estava a sogra da autuada, dirigindo, enquanto o marido da mulher estava no banco do passageiro, solicitando atendimento policial. No banco de trás estavam a autuada e mais duas crianças, um filho de quatro anos e uma enteada de 11 anos.
Durante a briga, a mulher avançou sobre o marido, agrediu fisicamente a sogra que dirigia e, em um ato de descontrole, abriu a porta do carro em movimento e tentou arremessar o filho de quatro anos para fora. A investigação revelou ainda mais sobre o comportamento da mãe. A criança de 11 anos, que tem transtorno do espectro autista, afirmou em um vídeo que a família passou o dia todo consumindo álcool. Ela descreveu a mãe como muito agressiva, com histórico de tráfico de drogas. A menina de 11 anos impediu que a mãe arremessasse o irmão de quatro anos para fora do veículo.
Além da tentativa de homicídio, a mãe foi autuada por vias de fato contra a sogra, ameaça e submissão de criança e adolescente a vexame ou constrangimento, conforme o artigo 232 do ECA. O caso segue em investigação pela delegacia, que avaliará a situação com mais profundidade. O Delegado Emanuel ressaltou a gravidade da violência com que a mãe tratou seus próprios filhos e afirmou que as investigações continuarão a cargo do Nucri ou da própria subdivisão.
Fonte: catve.com

Se é Notícia , #tanojornaldopovo