Uma operação conjunta da Polícia Federal e da Polícia Militar resultou na interceptação de um helicóptero carregado com 243 quilos de pasta base de cocaína, na tarde desta terça-feira, 18. A aeronave decolou do Paraguai e foi perseguida por helicópteros das forças de segurança.
A perseguição terminou quando o piloto foi obrigado a realizar um pouso forçado em uma área aberta de uma chácara dentro do perímetro urbano de Jaguapitã. O pouso repentino e a intensa movimentação policial assustaram os residentes locais, que acompanharam a ação de suas casas e registraram os eventos em vídeo.
O piloto, de 52 anos, foi preso e encaminhado à Delegacia de Polícia Federal de Londrina. Segundo a polícia, esta é a quarta vez que ele é preso pelo mesmo crime.
As investigações foram feitas em ação conjunta entre as delegacias de Polícia Federal de Londrina e Ponta Porã (MS). Após acompanhamento dos suspeitos e identificação da rota, policiais federais de Londrina, Maringá, Naviraí (MS) e Ponta Porã (MS) também participaram do momento da localização e interceptação do helicóptero.
A ação da PF teve apoio das equipes do Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas – BPMOA/PMPR, RPA Jaguapitã, Extra Jornada Guaraci e Rotam do 15º BPM, de Rolândia. A droga apreendida está avaliada em mais de R$ 20 milhões.
Fonte: Polícia Federal

Se é Notícia, #tanojornaldopovo